Amarela

Reformei esta bicicleta preta que acredito que seja uma Raleigh (uma bicicleta de origem inglesa). Usei peças de varias bicicletas e coloquei 6 marchas. Eu sempre tento deixar minhas bicicletas mais bonitas. Acho que consegui.

20140804-141909-51549225.jpg

Se as minhas bicicletas são bonitas, não posso andar feio nelas. rs.20140804-141910-51550399.jpg

Pedalar em Belo Horizonte é agradável.  O problema é a falta de consciência dos motoristas. Na ciclovia da Professor Moraes, alertei um taxista que estava estacionado na ciclovia.  Ele não gostou. Me disse de forma irônica que havias “muitas” bicicletas no espaço ( a comum alegação de que se não há bicicletas posso estacionar). Fiz a mesma coisa, respondi com ironia; “Senhor este é meu espaço, e ali é faixa é do pedestre, quantos metros a mais o senhor precisa para transitar?” – Obvio que ele não gostou e arrancou. Eu tenho tido tantos episódios com taxistas que penso que o adesivo “Respeite os Ciclistas” se tornou como uma tatuagem nas costas.  Você não a vê então se esquece que ela existe e o que representa.  Na foto o taxista logo a minha direita.

20140804-141911-51551345.jpg

Continuei pela Bernado Monteiro, sempre alertando os pedestres que as ciclovias são para os ciclistas. Pouquíssimos são educados e atendem o apelo. Mesmo assim continuei seguindo. Fui fechado por um motorista numa Kombi na altura da Carandaí com Contorno. Eu questionei se ele não sabia que tirar fina pode machucar e até matar um ciclista.. Ele me respondeu que tinha buzinado. “E buzinou para quê?” respondi. “Pra você sair e ir para o canto que é seu lugar de trefegar” argumentou se achando. Eu contei até 3 e contra-argumentei: “O senhor está equivocado. Reveja o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), tenho todo o direito de ocupar a via o o senhor deveria ficar a uma distancia segura”.  Ele se irritou e continuou.  Eu acho que terei que andar com o CTB no bolso para mostrar aos “desinformados”.

20140804-141912-51552469.jpg

 

Chegando na Câmara Municipal, o “bicicletário” estava lotado.  Esta é a estrutura e espaço que a CMBH destina a quem pedala. Já trabalho aqui há um ano e  fiz uma reclamação na ouvidoria.

20140804-141915-51555200.jpg

A resposta que tive foi esta:

 

mobilidade

Assim como a CMBH, tenho que “improvisar” minhas soluções.  Os seguranças já me marcaram, mas sempre tento argumentar de forma educada. E hoje deixei Penelope a sombra, 20140804-141916-51556346.jpg

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s