Dia Black

Saí de casa de preto pois essa cor só uso em dias mais frios. Como foi ontem. Infelizmente acabou se tornando a cor do luto pois vi uma triste cena nessa terça em BH. Um homem foi atropelado e morto por um motorista que provávelmente invadiu o sinal. O fato está na reportagem do Jornal O Tempo

À noite tivemos um encontro (de ciclistas) durante a abertura da exposição: A Morte das Bicicletas, que retrata bicicletas abandonadas, destruídas aos poucos. A reflexão que quase todos fizeram é que estamos assim também. Pedestres e ciclistas completamente abandonados pela ditadura da velocidade, a inércia dos poderes públicos e o trabalho coordenado e massivo de vários setores da indústria que incentiva as pessoas a usarem excessivamente o carro nos centros urbanos. Práticamente toda urbanização da cidade é voltada para veículos.  Está na hora de uma grande manifestação. 

   
       

Anúncios

Um comentário sobre “Dia Black

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s