Terça ventania 

Hoje ventou bastante pela manhã então já imaginei como seria na estação de metrô na volta. Blazer de veludo e um sueter foram o suficiente para enfrentar o frio. Lembrei de uma frase da Clarisce Lispector – “Sou como você me vê. Posso ser leve como a brisa ou forte como uma ventania. Depende de quando e como você me vê passar”.
Fotos Jocasta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s