Rasteiras da vida 

Quando era criança aprendi alguns passos da capoeira para me defender dos valentões. O AU ou Estrela era fundamental. É um dos movimentos exercitados para fugir de rasteiras por exemplo. As rasteiras chegam pela frente ou por trás mas sempre chegam.

Tenho pensando muito nas “rasteiras” que tenho passado nos últimos meses. Uma sequência de golpes. Mas não estou sozinho nessa. Muita gente está praticamente no chão. Às vezes é bom aproveitar esse momento e olhar para o céu. 

Com a capoeira aprendi também a reverter a queda num pulo e terminar em pé. Então é isso; cair e levantar para aprender a cair para se levantar mais rápido.

Fotos; W. Odilon 

Outra coisa útil é usar roupa que não restrinja tanto os movimentos. Por isso hoje usei essa calça saruel de algodão super confortável, fina e camiseta. Claro que não dá para abusar da flexibilidade pois logo aparece um rasgo rs. Hoje foi um dia quente e andei sem me preocupar com suor. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s