A verdaderia crise

Acordar. Pegar a minha dobrável. Fazer um trecho de bus. Depois pedalar outro tanto. Ir e voltar pra casa sem pagar um flanelinha sequer, sem gastar com gasolina. Sem IPVA na cola ou ficar preocupado com prestações de automóvel. Max Weber disse uma vez que “No dia que o último barril de petróleo for usado o capitalismo entrará em colapso”. Para quem consegue perceber os “sinais”, mesmo diante de tantas mentiras propagandeadas mídia a fora, o colapso já está ai e em todos lugares.

Quando a ONU elegeu a bicicleta como o veículo do futuro ela já dispunha de vários indicadores para essa afirmação. Todas as pessoas que abdicaram do automóvel pela bicicleta ou outras formas menos poluentes de locomoção já sentem como suas vidas melhoraram. A arte de abdicar é a verdadeira condição para o prazer.

Fotos; Jocasta Luiza

 

IMG_0079IMG_0084IMG_0089IMG_0095IMG_0104

Tranquilo em ruas tranquilas

No meu roteiro diário tento pegar o máximo de ruas tranquilas em que eu não fique tenso por causa do motorista impaciente. Aprendi com vários amigos ciclistas a fazer esses roteiros alternativos que dão uma sensação bem mais agradável a pedalada! Para pedalar com blazer tiro a mochila e prendo na bicicleta. Uma camisa bem fina de algodão completa o look descolado e tranquilo como gosto!

Na foto eu estava indo para o Café Pedal & Prosa. Um dos meus points em BH. O amigo Eduardo Garcia fez os cliques.

gil pb 3gil pbgil peb 2