Uma bike a menos 

Hoje atravessei a Contorno há dois quarteirões de onde um ciclista morreu na tarde dessa segunda, 04/04, na Savassi em BH. Fiquei arrasado com a notícia. Eu vou pela ciclovia tranquilo mas quando chega a hora de pegar a rua tenho medo sim. Motoristas (de ônibus principalmente) não tem noção da relação de forças. Dentro de suas armaduras de metal perdem o contato com o mundo e humanidade. Mas não deixo que o medo me impeça de pedalar. Pedalar é vida e apesar da violência, nós ciclistas ainda somos os últimos nas estatísticas de vítimas do trânsito. Pedestres, motociclistas e até motoristas estão à frente. O que isso quer dizer? Precisamos de mais bicicletas na cidade. Precisamos tornar a cidade mais segura e mais humana. Meus pêsames aos amigos e familiares do Rodrigo (ciclista que se foi).

Na sexta faremos um protesto e provavelmente instalaremos uma gosth bike . 😔

   
    
   

Anúncios

Estilização Fixie

Depois de seis meses usando resolvi customizar um pouco minha FiX da Caixa. Afinal já há muitos “clones” na rua e acho que precisava dar esse tapinha no vizu. Comprei uma roda nova (Red). Cortei duas estórias de um HQ da Marvel Comics e colei no quadro usando cola branca que depois também foi um pouco diluída para virar um verniz. Aproveite para trocar o pedal e selim (ambos da minha FiX One Charllote, que vai ganhar um pedal melhor). Fiquei feliz com o resultado. Bicicleta também pode se vestir! Rs. 
   
    
    
   

Deboas pedalar no calor 

Muita gente acha que o Brasil não tem clima para pedalar porque é quente. Se perguntarem a maioria dos ciclistas  europeus eles certamente dirão que preferem pedalar no verão ou na primavera. Isso porque o calor resolvemos com roupas mais frescas e pedaladas em horas e roteiros de sombra.

 Acho que na verdade as pessoas estão tão acostumadas a ambientes climatizados artificialmente que sentem mais calor até subindo 3 degraus. Tudo é costume e adaptação mas certamente prefiro o calor para pedalar do que os 10 graus negativos de NY em dezembro. A bicicleta é simples e básica e gosto de seguir o mesmo estilo as vezes. 

Ótima semana. 

     

 

Cor de Ferugem 

O minério está presente em toda cidade. Eu particularmente adoro os monumentos nessa cor ferrugem. Se tem uma coisa que identifica BH na minha ótica é esse tom de ferro envelhecido. Embora a cidade seja jovem, essa cor me remete a uma base antiga saída das entranhas da terra. As pessoas me perguntam: porque sua bicicleta possui apenas um lado com fita? As coisas aparentemente “inacabadas” deixam as pessoas confusas. É claro que a fita de uma lado apenas é o meu toque de design a aparência da bici. Deixei apenas um lado, o mesmo com a manete do freio, para manter a pegada firme quando preciso dele. As bicicletas são itens de design e que reflete o estilo do dono. Eu sempre escolho acessórios que de certa forma valorizem o estilo da bici. As minhas seguem essa regra: sempre deixarei-as mais bonitas, além de praticas. 

  

Dia de Branco 

“Hoje é dia de branco”. Essa frase era usada pelos marinheiros brasileiros quando precisavam se apresentar aos capitães dos navios. Somente usando o branco podiam embarcar para trabalhar. Assim como o preto é um clássico, o branco nunca sai de moda. Acompanhado-o calça e gravatas azuis dá o toque navi sofisticado. Para completar minha bici; Charlotte Blue com uma capa de selim que eu mesmo fiz para proteger a raridade Brooks C17.    
     

Hoje é dia de Rock Bebê! 

“Hoje é dia de rock bebê”, essa frase ficou famosa em 2011.  O estilo “rocker’ no dress style já é outra história e faz a cabeça da galera desde os tempos do seu maior ícone; James Jeans que personificou a rebeldia e angústias da juventude na década de 50.

Acho que pedalar também expressa essa rebeldia e contestação de um sistema todo voltado para o motor. Hoje abri o guarda-roupas e vi a minha t-shirt brilhante (uma edição limitada da cavalera com estampa totalmente criada em cristais swarovski). Peguei minha calça vermelha e fui. Para completar botas e agasalho.  Adoro.

  
    

Os cristais swarovski da minha t-shirt nunca caíram. Tenho há anos. Mas o segredo foi nunca ter ido a máquina de lavar. A lavagem é a seco.