Uma bike a menos 

Hoje atravessei a Contorno há dois quarteirões de onde um ciclista morreu na tarde dessa segunda, 04/04, na Savassi em BH. Fiquei arrasado com a notícia. Eu vou pela ciclovia tranquilo mas quando chega a hora de pegar a rua tenho medo sim. Motoristas (de ônibus principalmente) não tem noção da relação de forças. Dentro de suas armaduras de metal perdem o contato com o mundo e humanidade. Mas não deixo que o medo me impeça de pedalar. Pedalar é vida e apesar da violência, nós ciclistas ainda somos os últimos nas estatísticas de vítimas do trânsito. Pedestres, motociclistas e até motoristas estão à frente. O que isso quer dizer? Precisamos de mais bicicletas na cidade. Precisamos tornar a cidade mais segura e mais humana. Meus pêsames aos amigos e familiares do Rodrigo (ciclista que se foi).

Na sexta faremos um protesto e provavelmente instalaremos uma gosth bike . 😔

   
    
   

Estilização Fixie

Depois de seis meses usando resolvi customizar um pouco minha FiX da Caixa. Afinal já há muitos “clones” na rua e acho que precisava dar esse tapinha no vizu. Comprei uma roda nova (Red). Cortei duas estórias de um HQ da Marvel Comics e colei no quadro usando cola branca que depois também foi um pouco diluída para virar um verniz. Aproveite para trocar o pedal e selim (ambos da minha FiX One Charllote, que vai ganhar um pedal melhor). Fiquei feliz com o resultado. Bicicleta também pode se vestir! Rs. 
   
    
    
   

Deboas pedalar no calor 

Muita gente acha que o Brasil não tem clima para pedalar porque é quente. Se perguntarem a maioria dos ciclistas  europeus eles certamente dirão que preferem pedalar no verão ou na primavera. Isso porque o calor resolvemos com roupas mais frescas e pedaladas em horas e roteiros de sombra.

 Acho que na verdade as pessoas estão tão acostumadas a ambientes climatizados artificialmente que sentem mais calor até subindo 3 degraus. Tudo é costume e adaptação mas certamente prefiro o calor para pedalar do que os 10 graus negativos de NY em dezembro. A bicicleta é simples e básica e gosto de seguir o mesmo estilo as vezes. 

Ótima semana. 

     

 

Cor de Ferugem 

O minério está presente em toda cidade. Eu particularmente adoro os monumentos nessa cor ferrugem. Se tem uma coisa que identifica BH na minha ótica é esse tom de ferro envelhecido. Embora a cidade seja jovem, essa cor me remete a uma base antiga saída das entranhas da terra. As pessoas me perguntam: porque sua bicicleta possui apenas um lado com fita? As coisas aparentemente “inacabadas” deixam as pessoas confusas. É claro que a fita de uma lado apenas é o meu toque de design a aparência da bici. Deixei apenas um lado, o mesmo com a manete do freio, para manter a pegada firme quando preciso dele. As bicicletas são itens de design e que reflete o estilo do dono. Eu sempre escolho acessórios que de certa forma valorizem o estilo da bici. As minhas seguem essa regra: sempre deixarei-as mais bonitas, além de praticas. 

  

Dia de Branco 

“Hoje é dia de branco”. Essa frase era usada pelos marinheiros brasileiros quando precisavam se apresentar aos capitães dos navios. Somente usando o branco podiam embarcar para trabalhar. Assim como o preto é um clássico, o branco nunca sai de moda. Acompanhado-o calça e gravatas azuis dá o toque navi sofisticado. Para completar minha bici; Charlotte Blue com uma capa de selim que eu mesmo fiz para proteger a raridade Brooks C17.    
     

Hoje é dia de Rock Bebê! 

“Hoje é dia de rock bebê”, essa frase ficou famosa em 2011.  O estilo “rocker’ no dress style já é outra história e faz a cabeça da galera desde os tempos do seu maior ícone; James Jeans que personificou a rebeldia e angústias da juventude na década de 50.

Acho que pedalar também expressa essa rebeldia e contestação de um sistema todo voltado para o motor. Hoje abri o guarda-roupas e vi a minha t-shirt brilhante (uma edição limitada da cavalera com estampa totalmente criada em cristais swarovski). Peguei minha calça vermelha e fui. Para completar botas e agasalho.  Adoro.

  
    

Os cristais swarovski da minha t-shirt nunca caíram. Tenho há anos. Mas o segredo foi nunca ter ido a máquina de lavar. A lavagem é a seco. 

Fixação 

Significados de fixação:

s.f. O ato de fixar, de estabelecer.                                                                   Química. Operação que torna fixo um corpo volátil.                                     Biologia. Operação pela qual um tecido vivo é morto por um fixador, com o fim de se realizar um exame microscópico.                                                 Psicologia. Formação de um hábito ou uma associação.

Tá explicado por que  não estou conseguindo ficar um dia sem pedalar na fixa. 

   
    
     

  
  
   

Lampiônico 

Quando eu era crianças fui a um passeio pela escola ao Instituto Nina Rodrigues em Salvador visitar o museu. Lá estavam expostas fotos de Lampião o famoso cangaceiro do sertão. Lembro que a imagen que mais me impressionou foi esta: 

  
Depois de alguns segundos eu abstrai as cabeças e comecei a olhar os detalhes. As máquinas de costura estavam no topo e ao redor todos os chapéus e adereços muitos deles costurados pelo próprio Lampião. O estilo do cangaceiro me marcou pra sempre depois daquela visita. 

  
Assim como Lampião eu também gosto de costurar. É claro que ele tinha uma habilidade bem superior à minha mas, estou evoluindo. Nesse final de semana resolvi fazer uma mochila pequena pois já tenho uma grande, um média e agora uma pequena para carregar enquanto pedalo na fixa. Foi um protótipo mas gostei bastante da estética. Batizei de Mochila Lampião. Em homenagem ao rei do cangaço. 

Look do dia: cangaceiro urbano. 

   
  Na mochila usei couro sintético, lona, banner reciclado e câmara de ar. Ficou legal. 

 

As pessoas sempre me perguntam: Quem tira suas fotos? Várias pessoas. Uma delas é meu amigo jornalista e também fotógrafo Bruno Menezes. 

  

Rolltop 

Apesar de produzir minhas peças voltadas para bici eu gosto de adquirir aquelas feitas por outros. Eu acho que é um jeito de valorizar o trabalho alheio e também um forma de aprender novas soluções para meus projetos. Fiquei supreso com a qualidade e design das mochilas da marca (2C2) feitas aqui no Brasil e a preços incríveis. 

Para usar a fixa ainda não achei melhor solução que mochilas nas costas. Pelo menos não uma solução que altere tanto a praticidade e forma de usar a bici. A fixa é um tipo de bicicleta em que o minimalismo é essência. Ela tem um visual clean e acho que os acessórios também precisam seguir essa estética. Não gosto de andar com “mulambos” nas costas rs…rs

Fotos: Jocasta Luiza.