Jeans Destroyed 

Apesar de vasta “literatura fashionista” associar o jeans destroyed a desfiles de marcas como Dolce e Gabanna ou Michael Kors, na década de 80, a origem da peça está mais ligada ao movimento punk que surgiu nos anos 70. O jeans destroyed já era visto em integrantes dos Remones e Sex Pistols. 

   
 

O visual “agressivo” e desgastados dos punks também contrasta com o movimento que o sucedeu; os hippies. Uma das características punk é o Do It Yourself (faça você mesmo). Foi o que fiz. Comprei uma calça destroyed e tinturei. Detalhe; o modelo de calça é femino. Ando testando os conceitos de moda sem gênero. Mas isso é tema para outro post. Por enquanto estou estudando e testando. O mais interessante é que esta calça me foi apresentada pela vendendor do brechó. Enquanto  lojas de departamento lançam propaganda de moda sem gênero mas quando se pega uma peça feminina é motivo de chacota entre vendedores, no brechó tenho mais este “luxo”. Amo. 
 

Voltando ao destoryed tive duvidas no início. Todos os blogs de moda e estilo repetiam que não era uma peça para ir ao trabalho. Cheguei a consultar o manual dress code do meu job e não havia uma linha sequer sobre isso. Gosto é uma construção social sou rebelde e logo parei de ler o manual. 
    

      
    

O processo de tintura foi desafiador para mim que nunca tinha tinturado. Tive um mestre, o querido amigo Sergio Guerra que domina a arte. Logo na primeira tinturação foi um sucesso (do meu ponto de vista).  
Escolhi tinturar o black jeans pois é bem curinga e fácil de combinar. Para me inspirar algumas referências;

   
    
 

Livre das coisas 

Estava refletindo sobre o trecho de um livro que ando lendo; “Quanto mais dependentes de coisas mais pobres somos”. De fato. Conheço tanta gente que tem tanta coisa mas só anda insatisfeita. Hoje apenas peguei minha camisa xadrez vicky e meu velho jeans (ambos de brechó) e saí. Foi tudo que precisei. Ademais a felicidade das coisas não são coisas. Final de semana sexy para todos. 

Fotos do querido Aluízio Figueiredo.   
    
 

De Olhos Fechados 

De olhos fechados eu posso “casar” qualquer jeans com um blazer atualmente.  Há um tempo atrás eu não diria isso pois não sabia como fazer. Mas aprendi e olha que eu não compro jeans há pelo menos 2 anos. Me certifiquei na minha última compra de fazer a escolha certa: só comprei bons jeans. A vantagem é que os bons duram bastante tempo. Nos blazer’s precisei investir mais (porém nem tanto!) principalmente nas marcas que favorecem meu tipo físico. Não vou ficar aqui citando quais pois eu só compro depois de checar a modelagem da peça. Há aquelas (marcas) que não podemos negar: tudo que escolhemos fica bem. Essa é a dica pela “fidelidade”. Se você experimentou 5 peças e gostou de 3 da mesma marca pode pedí-la em “casamento”..rs.  Você também pode montar seu visual com blazer e jeans, basta comprar as roupas certas e ajustadas ao seu corpo.





Meu Top “Five” de combinações jeans e blazer.  Se inspire e crie seu visual.













 

Sente na grama

Não sei quando exatamente a grama virou algo surreal na cidade. Na minha infância era um deleite poder correr na grama. Hoje ela ornamente somente lugares públicos e na maioria dos caso é proibido pisá-la. As pessoas estão cimentando tudo para criar vagas de carro. Estima-se que em BH somente 5% de área construída em toda cidade é permeável. Sentar na grama é um luxo que logo logo será para poucos. Hoje eu fiz isso: sentei e senti o cheiro de mato. 🙂

IMG_5063.JPG

Jeans e Blazer

Sempre achei muito difícil usar blazer e jeans. Na verdade eu via nos outros caras e curtia mas, quando ia experimentar desgostava em mim. É claro que o principal motivo disso era o fato de eu não usar os tamanhos certo das peças no passado. Oras era a camisa que estava grande ou curta, ou o blazer cumprido e a calça com o gavião muito baixo. Enfim aprendi que nessa grande gama de roupas prêt-à-porter é preciso saber o que lhe cabe bem. Agora eu já acho bem fácil usar jeans e blazer se a camisa for de alfaiataria. Foi o que fiz hoje acrescentando a gravata.

IMG_5003.JPG

IMG_3434.JPG
Aqui vai o meu “Top Five”. Outras combinações que ainda vou experimentar.

IMG_5002.JPG

Dicas: Tudo é possível com relação ao jeans, desde que seja do seu tamanho. O cinto se usar deve ser discreto (e pelamor evite combinar cinto com sapatos).