#SaiaParaPedalar 

Como já escrevi aqui uso saia para pedalar porque é confortável e acho adequado ao nosso clima. Há séculos os homens usavam saias. Há várias culturas em que a saia não saiu do dresscode masculino como em tribos africanas, países asiáticos e a Escócia. 

Acho que precisamos nos libertar do tabu que a saia evoca e inclusive para combater o machismo que resulta no assédio qua as mulheres sofrem ao usarem saias. Saia não é um roupa erótica. É apenas uma peça de roupa. 

Como dica sempre uso cueca boxe caso a saia voe. Mas pedalar como os escoceses também vale. A ventilação nos “países baixos” é ótimo! Rs! Tenho quatro saias e adoro usá-las.  Hoje lancei com um amigo o projeto #SaiaParaPedalar para incentivar quem deseja usar saia na magrela e também é mais uma ação para voltar a naturalizar um peça tão bacana para o nosso clima tropical. 

Esta saia é feita pelo meu amigo Fabio Nazareth que lançou alguns modelos para homens. Gostei demais!

Fotos W. Odilon



Vídeo pedalando com de saia.

Saia livre

Não é absurdo dizer que o lugar de cada um na sociedade parece demarcado pelas vestes que usa. Durante o carnaval presenciei vários momentos de estranhamento das pessoas ao me ver fantasiado e usando saia. Até mesmo em espaços subversivos surgem os olhares de reprovação. 
A saia é algo proibido aos homens no ocidente. Conheço até mulheres que não a usam por conta do preconceito ou estigma. As pessoas simplesmente reafirmam: não gosto e pronto. Moço(a) sua ojeriza a saia tem raiz no machismo e sexismo das potências que dominaram o mundo. 

Vamos a um breve histórico. 

Na antiguidade os homens e mulheres usavam saias. Os egípcios e os persas. Aliás é do que surge a primeira referência de que saia em homens precisam vir acompanhadas de sandálias de couro.


Aqui dos nossos lados o império Inca também.


É atribuído aos persas as primeiras roupas sob medidas entre elas as calças que foram escolhidas por serem práticas para a caçar.


Os gregos precederam os persas mas não adotaram as calças. A mesma coisa os romanos.


Na idade média antes das grandes navegações as  vestes compridas continuaram por cima de uma espécie de segunda pele ou calça e mesmo assim usados somente pela nobreza.


No fim da idade média as calças começaram serem amplamente vistas como parte da indumentária masculina. Principalmente nas guerras.


A calça moderna veio da Inglaterra e assim ficou estabelecido de vez pelas regras da terra da rainha que os cavalheiros deveriam abandonar as saias.


Depois a potencia vigente criou o jeans e já sabemos do resto. Mas a saia ou vestes longas  ainda encontra a resistência em outras culturas.


Voltando para o presente eu gosto de saia pois me sinto confortável. Apesar dos olhares de reprovação alheio.

Fotos Bergo e Wilson